Cadeiras (clique no número para ver a cadeira correspondente):
01 | 02 | 03 | 04 | 05 | 06 | 07 | 08 | 09 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 | 16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 | 29 | 30 | 31 | 32 | 33 | 34 | 35 | 36 | 37 | 38 | 39 | 40
Cadeira nº 11 - Sônia Terezinha de Souza Penin. PDF Imprimir E-mail

TITULAR


SÔNIA TEREZINHA DE SOUSA PENIN

Cadeira 11
Titular

Nasceu em Araçatuba, SP, em 19/10/1944. Tomou posse na Academia Paulista de Educação em 16 de dezembro de 2002, quando foi saudada por Myriam Krasilchik.

Formação:
•    Professora normalista.
•    Licenciada em Pedagogia pela Universidade de São Paulo.
•    Pós-graduação em Psicologia da Educação pela PUC de São Paulo.
•    Doutora em Educação pela USP.
Atividade profissional:
•    Docente da Faculdade de Educação da USP.
•    Projetos de pesquisa para a Prefeitura de São Paulo (Administração Mário Covas).
•    Coordenadora da COGESP da Secretaria da Educação do Estado.
•    Conselheira do Conselho Estadual de Educação.
•    Pro-reitora de Graduação da USP.


PATRONO


JOÃO BAPTISTA JULIÃO

Cadeira 11
Patrono

Nasceu em Silveiras, SP, em 19/9/1886. Iniciou-se na música em sua cidade natal, participando da banda local. Em 1904, mudou-se para Mogi das Cruzes, onde integrou a Banda Musical Guarani. Ainda em Mogi das Cruzes passou a reger a Corporação Musical União Mogiana. Em 1912, iniciou os estudos no Conservatório Dramático e Musical de São Paulo. Em 1915, fundou o Instituto Musical de Mogi das Cruzes. Tornou-se professor de canto orfeônico, após concluir estudos no Conservatório Nacional de Canto Orfeônico, do Rio de Janeiro. Foi professor de música e canto orfeônico da Penitenciária Modelo do Estado de São Paulo. Tornou-se professor efetivo da Escola Normal Padre Anchieta, da Capital. Em 1914, participou da fundação do Instituto Musical de São Paulo. Em 1949, passou a dirigir o curso de canto orfeônico do Instituto de Educação Caetano de Campos, da Capital. Este curso deu origem ao Conservatório Estadual de Canto Orfeônico "João Baptista Julião", da PUC de Campinas. É membro fundador da Academia Brasileira de Música, em que ocupou a Cadeira  37.

Principais trabalhos:

Chave para os cadernos de exercícios caligráficos e análise musical. São Paulo, 1922.
Composições para piano e violino e música sacra.
"Véspera de Natal" (fantasia).
"Narizinho Arrebitado" (revista infantil).
Melodias escolares.
Hinos patrióticos.
Hinos e cantos escolares.
"Hino das Américas" (para canto e piano).
"Melodia das montanhas".

As composições orfeônicas são os trabalhos que mais o identificam como grande educador.


ANTECESSOR


Antecessor













FUNDADOR


HERCÍLIA CASTILHO CARDOSO

Cadeira 11
Fundador

A professora Hercília Castilho Cardoso foi membro fundador da cadeira 11 da Academia Paulista de Educação. Entre as obras publicadas da professora, está “A Saga da Família Castilho” (1987), em que ela narra a chegada da família ao país. A autora do livro é descendente direta de dois dos grandes ramos da Família Castilho, no Estado de São Paulo: de José Antonio de Castilho e de Manoel Francisco de Castilho.




Adicione esta página