Cadeiras (clique no número para ver a cadeira correspondente):
01 | 02 | 03 | 04 | 05 | 06 | 07 | 08 | 09 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 | 16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 | 29 | 30 | 31 | 32 | 33 | 34 | 35 | 36 | 37 | 38 | 39 | 40
Cadeira nº 21 - Moacyr Expedito Marret Vaz Guimarães. PDF Imprimir E-mail

TITULAR


MOACYR EXPEDITO MARRET VAZ GUIMARÃES

Cadeira 21
Titular

Nasceu em São Paulo, SP, em 17/10/1924. Tomou posse na Academia Paulista de Educação no dia 17 de outubro de 1991, e foi saudado por João Gualberto de Carvalho Meneses.

Formação:

•    Ensino médio no Instituto de Educação "Caetano de Campos"
•    Bacharel em Direito pela Faculdade de Direito da USP

Atividades profissionais:

•    Jornalista: crônica política na Folha de S. Paulo
•    Educador: Reitor interino da UNESP
•    Chefe de Gabinete da Secretaria da Educação
•    Membro do Conselho Estadual de Educação - Presidente por seis mandatos

Outras atividades:

•    Membro do Conselho de Curadores da Fundação "Arnaldo Vieira de Carvalho"
•    Membro do Conselho Administrativo da AACD
•    Membro da Mesa administrativa da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo
•    Membro do Conselho Curador da Fundação Padre Anchieta
•    Membro do Conselho Curador da FUNBEC

Atividade atual: Diretor Administrativo do Liceu Pasteur

Prêmios e Distinções:

•    Medalha "Marechal Cândido Rondon"
•    Medalha "Agenor Couto de Magalhães"
•    Medalha "Pedro Álvares Cabral"
•    Medalha "Sud Mennucci"
•    Medalha de Mérito Educacional da UNITAU

Publicações: Numerosos artigos na imprensa e revistas educacionais


PATRONO


FERNANDO DE AZEVEDO

Cadeira 21
Patrono

Fernando de Azevedo, patrono da cadeira 21 da Academia Paulista de Educação, nasceu em Minas Gerais, em 2 de abril de 1894. Realizou seus primeiros estudos no Colégio Francisco Lentz, no Rio de Janeiro, e cursou o  ginasial no Colégio Anchieta, no mesmo estado. Cursou a faculdade de Direito e foi professor de Latim, Psicologia e Literatura. Diretor Geral da Instrução Pública do Distrito Federal, no período de 1927 a 1930, iniciou a Reforma da Instrução Pública, considerada pelos educadores como uma das mais radicais em benefício da escola brasileira.

Foi fundador, organizador e diretor da Cia. Editora Nacional e de duas iniciativas importantes editoriais: Biblioteca Pedagógica Brasileira e Coleção Brasiliana, ambas lançadas em 1931. Foi um dos criadores, em 1934, da Universidade de São Paulo e da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras, da qual foi diretor. Recebeu, dentre outros, o Prêmio Machado de Assis, em 1945, da Academia Brasileira de Letras, pelo conjunto de sua obra e, particularmente, pelo livro “A Cultura Brasileira”. Em 1968, foi eleito membro da ABL. Faleceu em 17 de setembro de 1974.

ANTECESSOR


Antecessor













FUNDADOR


JOSÉ FERNANDES SOARES

Cadeira 21
Fundador

A completar.

















Adicione esta página