Cadeiras (clique no número para ver a cadeira correspondente):
01 | 02 | 03 | 04 | 05 | 06 | 07 | 08 | 09 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 | 16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 | 29 | 30 | 31 | 32 | 33 | 34 | 35 | 36 | 37 | 38 | 39 | 40
Cadeira nº 27 - Bernadete Agelina Gatti. PDF Imprimir E-mail

TITULAR


BERNADETE ANGELINA GATTI

Cadeira 27
Titular

Ingressou na APE em 20 de agosto de 2007, saudada por João Gualberto de Carvalho Meneses. Atual membro da cadeira de número 27 da Academia Paulista de Educação, a professora Bernadete Angelina Gatti nasceu em 3 de maio de 1941, em Matão, São Paulo. Doutora em Psicologia pela Université de Paris VII e pós-doutorado pela Pennsylvania State University (EUA) e pela Université de Montreal (Canadá). Atualmente, é pesquisadora sênior e coordenadora do Departamento de Pesquisas Educacionais da Fundação Carlos Chagas.

Foi professora primária das escolas estaduais da Fazenda Virgínia (Matão – SP) e do Educandário (Carapicuíba – SP), além de orientadora educacional do Colégio de Aplicação da USP e do Instituto Municipal de Educação e Pesquisa (IMEP).

Teve participação importante em órgãos como a UNESCO, UNICEF e IDRC.
Dentre vários prêmios, ganhou o Diploma de Mérito da Associação Nacional de Políticas e Administração da Educação (ANPAE) e o título de Pesquisador Emérito pelo INEP.

Publicou diversos artigos  em periódicos, dentre eles “Considerações sobre a Qualidade da Educação Básica no Brasil”, para a Revista da Educação CEAP (2005).


PATRONO


THEODORO AUGUSTO RAMOS

Cadeira 27
Patrono

Graduou-se engenheiro civil, em 1917, pela Escola Politécnica do Rio de Janeiro.Em 1918, obteve o título de doutor em Ciências Físicas e Matemáticas, pela mesma instituição.Passou a lecionar Mecânica Racional na Escola Politécnica de São Paulo.Colaborou na criação da Universidade de São Paulo, inclusive viajando à Europa para contratar professores para a Faculdade de Ciências e Letras. Foi membro da Academia Brasileira de Ciências.

Principais trabalhos publicados:

Sobre as funções de variáveis reais (tese de doutoramento).

Integrais definidas das funções descontínuas. São Paulo, Typ. Brasil de Rothschild, 1926.

"Nota sobre as curvas esphericas reversas" in Rev. Did. Esc. Poli., Rio de Janeiro, n. 12 1918.

"Algumas propriedades de uma integral Hiperelliptica" in Annaes Acad. Bras. Sci. tomo VI, n. 3, 1934.

"Nota sobre uma fórmula de interpretação" in Rev. Did. Esc. Poli. Rio de Janeiro, n. 14, 1918.

"A theoria da relatividade e as raias espectrais do hydrogenio" in Annaes Acad. Bras. Sci., tomo I, n. 1, 1929.

"Applicação do calculo vetorial ao estudo do movimento de um ponto material sobre uma superficie rugosa e fixa em um meio resistente" in Annaes Acad. Bras. Sci., tomo V, n. 4, 1933.

"A proposito das notas dos Srs. Borel e Amoroso Costa" in Rev. Acad. Bras. Sci., n. 1 1926. "Sobre um problema de estabilidade" in Rev. Bras. Eng., tomo IV, n. 5, 1922.


ANTECESSOR 1


JORGE BERTOLASO STELA

Cadeira 27
Antecessor

O Reverendo Jorge Bertolaso Stela, pastor evangélico, escritor e professor, nasceu em Pádua, na Itália, no dia 1 de agosto de 1888. Veio ao Brasil aos três anos de idade e, em 1918, naturalizou-se brasileiro.

Formado pela Faculdade de Teologia da Igreja Presbiteriana Independente do Brasil, exerceu, entre outras funções, a de professor emérito de História das Religiões da mesma faculdade, pastor emérito da primeira Igreja Presbiteriana Independente de São Paulo, membro honorário da Sociedade Bíblica do Brasil, membro correspondente da Academia Amazonense de Letras e membro do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo, correspondente dos Institutos Históricos e Geográficos de Pernambuco, Bahia, Alagoas, Paraíba, Espírito Santo, Rio Grande do Norte e Santa Catarina.

Dentre suas publicações, destacam-se a “Monogeísmo Linguístico” (1927), “A Vida Científica de Alfredo Trombetti” (1933), “A Língua Basca” (1944), “O Rig-Veda” (1958) e “As Religiões da Índia” (1971).

Ocupou a cadeira 27 da Academia Paulista de Educação, sucedendo o professor Egon Schaden.

ANTECESSOR 2


BENEDITO CASTRUCCI

Cadeira 27
Antecessor

O professor Castrucci nasceu em 9 de julho de 1909, no Brás, São Paulo. Bacharel em Ciências Jurídicas e Sociais em 1935, e licenciado em Ciências Matemáticas e Físicas, pela Universidade de São Paulo, em 1939, foi professor da Cadeira de Geometria Analítica, Prejetiva e Descritiva em 1942. No ano seguinte, tornou-se doutor em Ciências Matemáticas pela Universidade de São Paulo.
Atuante na área de ensino e de pesquisa, participou das mais diversas instituições científicas em sua especialização e contribuiu, também, para as vertentes acadêmico-administrativas da Universidade. Integrou, em 1978, o Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão de Serviços à Comunidade (CEPE).
Faleceu no dia 2 de janeiro de 1995. Até seus últimos anos, ainda colaborava com o Departamento, coordenando as palestras de Estudos de Problemas Brasileiros."

FUNDADOR


EGON SCHADEN

Cadeira 27
Fundador

Egon Schaden nasceu em Palhoça, Santa Catarina, no dia 4 de julho de 1913. Foi antropólogo. Bacharel em Filosofia pela Universidade de São Paulo, dedicou-se às pesquisas entre populações indígenas de Santa Catarina, além de redigir e publicar a tradução brasileira de “Durtch Central Brasilien”, de Karl von den Steinen.
Em 1953, criou a Revista de Antropologia. Viveu vários anos entre os índios, e seus trabalhos sobre as línguas tupi-guarani são referências bibliográficas obrigatórias. Foi  membro fundador da cadeira 27 da Academia Paulista de Educação, mas não tomou posse. Faleceu em 1991.





Adicione esta página