Cadeiras (clique no número para ver a cadeira correspondente):
01 | 02 | 03 | 04 | 05 | 06 | 07 | 08 | 09 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 | 16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 | 29 | 30 | 31 | 32 | 33 | 34 | 35 | 36 | 37 | 38 | 39 | 40
Cadeira nº 35 - José Renato Nalini. PDF Imprimir E-mail

TITULAR


JOSÉ RENATO NALINI

Cadeira 35
Titular

Nascido em Jundiaí, SP , em 24/12/45.

Formação:
•    1970,Bacharel em Direito pela Faculdade de Direito da PUCCAMP
•    1992, Mestrado em Direito Constitucional pela USP
•    2000, Doutorado em Direito Constitucional pela USP
Vida profissional:
•    Docente de Graduação e Pós-Graduação nas Faculdades de Direito da USP e da UNIP
•    Integrou a Comissão de Reforma do Ensino do Direito
•    No Ministério Público:
•    1973, Promotor de Justiça, por concurso, em Votuporanga e
•    Após 1973, em Itu, Ubatuba e S.Paulo
Na Magistratura:
•    1976, Juiz Substituto da 13ª Circunscrição Judiciária
•    1978, Juiz de Direito de 1ª Instância, em Monte Azul Paulista
•    1979, Juiz de Direito de 2ª Instância, em Itu
•    1984, Juiz de Direito de 3ª Instância,na Capital
•    Além de Juiz de Direito Substituto em 2º Grau na Comarca da Capital,
•    exerceu outros importantes cargos de Magistratura.
•    Produção Intelectual:

Escreve sobre Ética e Formação de Juízes, além de direito Constitucional e Processual Penal
É atual presidente da Academia Paulista de Letras, em seu segundo mandato.

PATRONO


NEWTON ALMEIDA MELLO

Cadeira 35
Patrono

Nasceu em Piracicaba, em 21 de janeiro de 1905.
Foi professor, como seu pai, escritor, poeta, músico, violinista, conferencista e colaborador em órgãos de imprensa.
Sua poesia, em parte, foi escrita em Campos do Jordão, quando lá permaneceu por motivo de doença. Sua profunda sensibilidade, impregnada pela nostalgia e grande amor à cidade, inspirou-lhe em 9 de setembro de 1931 a canção Piracicaba, de que é autor da música e dos versos.
Lembrando-o, conta Hugo Pedro Carradore que, segundo depoimento de amigos, Newton de Almeida Mello compôs a letra em cinco minutos.
Por lei municipal de 30 de dezembro de 1975 - dez anos depois de sua morte e passados 44 anos de existência da canção -, esta se tornou oficialmente o Hino de Piracicaba.
Dentre suas obras, estão os livros Carrilhões e O Pranto de Praga.


ANTECESSOR 1


ZORAIDE ROCHA DE FREITAS

Cadeira 35
Antecessor

A professora Zoraide Rocha de Freitas nasceu no dia 13 de fevereiro de 1899, na cidade de Ribeirão Preto, interior de São Paulo, onde residiu por longo tempo, recebendo diversas distinções e lecionando por muitos anos, destacando-se, entre outras qualidades, como uma especialista em Ensino Profissional.

Chegou a ingressar na Faculdade de Direito de Niterói, Rio de Janeiro, onde fez até o quarto ano, porém não foi possível concluir o curso.

Uma das pioneiras da Academia Ribeirão-pretana de Letras, era especialista na vida e na obra de Vicente de Carvalho, patrono da cadeira de número 19 da mesma academia, ocupada por Zoraide.

Ocupou também a cadeira 35 da Academia Paulista de Educação.
Entre os prêmios recebidos, está o da Academia Brasileira de Letras, de Pesquisa e Interesse Nacional, com seu livro “História do Ensino Profissional no Brasil” (1954).
Foi a primeira mulher nomeada diretora de escola profissional, em 1937, em Jaboticabal. Foi presidente da Liga Brasileira de Assistência.

Faleceu no dia 25 de agosto de 1999, em São Paulo.

ANTECESSOR 2


PEDRO SALOMÃO JOSÉ KASSAB

Antecessor
Cadeira 35

Tomou posse na APE em 20 de setembro de 2004.

O professor Dr.  Pedro José Kassab, nascido em São Paulo em 1930, formou-se em Medicina pela Universidade de São Paulo. Prestou serviços durante vários anos na clínica cirúrgica do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP e na cadeira de Técnica Cirúrgica e Cirurgia Experimental.
Foi membro do conselho curador da Fundação Antônio Prudente, mantenedora do Hospital do Câncer, e um dos fundadores da Fundação Jean-Yves Neveux, além de ter sido membro do Conselho Federal de Medicina de 1969 a 1974 e do Conselho Nacional de Saúde de 1974 a 1978. Foi também presidente da Associação Médica Mundial, e decano do Conselho de Ética do Conar, órgão ao qual esteve  ligado desde a criação, em 1980, como representante

Proferiu diversas palestras sobre saúde, entre elas a “Vida, Saúde e o que se Espera da Medicina”, realizada no dia 15 de setembro de 2006.

Antes de sua morte, era conselheiro do Conselho Estadual da Educação de São Paulo e diretor-geral do Colégio Liceu Pasteur.

O professor Pedro Salomão José Kassab, membro da cadeira 35 da Academia Paulista de Educação, faleceu no dia 15 de setembro de 2009.




FUNDADOR


JOÃO CHIARINI

O professor, jornalista, político, advogado e um dos grandes folcloristas brasileiros João Chiarini nasceu em Piracicaba, no dia 17 de novembro de 1919.

Formado em Letras e Direito pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), desde criança cultivou o interesse pelo folclore brasileiro. Com seu livro “Cururu”, mostrou ao país inteiro o folclore paulistano. Outros livros publicados foram o “Antologia do Cordel” e “O Folclore da Aguardente”.

Na área jornalística, produziu mais de cinco mil artigos sobre diversos temas.
Tem seu nome ligado à Academia Santista de Letras como escritor e à Academia Riograndense de Letras, além da Academia Paulista de Educação.
João Chiarini faleceu no dia 18 de setembro de 1988, em sua cidade de origem.




Adicione esta página